• CDO

Cuidados com o ouvido durante o verão

Engana-se quem acha que o verão requer atenção especial somente com a pele e a hidratação. Na verdade, é preciso também adotar alguns cuidados com o ouvido, visto que a exposição à água, seja do mar, do rio ou da piscina, pode prejudicar na saúde o aparelho auditivo. Nesse artigo, você vai descobrir qual doença costuma elevar a sua incidência durante o verão e quais os cuidados com o ouvido são necessários para que todos possam aproveitar as férias sem dores e preocupações.

Quais doenças no ouvido são mais comuns no verão? Durante o verão, as pessoas costumam recorrer aos banhos de mar e de piscina para se refrescarem. Nesse cenário, os médicos costumam recomendar determinados cuidados com o ouvido para evitar que esse excesso de água leve ao surgimento das otites. Otite é o nome dado a uma infecção que acomete o ouvido. Ela pode ser causada por bactéria ou vírus e afetar três regiões distintas do aparelho auditivo. Normalmente, o tipo da doença que mais ocorre nessa situação é a chamada otite externa, ou seja, a inflamação que acomete a porção externa do ouvido. Isso se dá pelo excesso de umidade e a presença de resíduos líquidos que leva à maceração da pele e à quebra da barreira de cerume, popularmente conhecida como cera. Com isso, há o favorecimento da proliferação de bactérias, levando ao surgimento dos sintomas das otites.

Como identificar as otites? Os sintomas costumam variar conforme o tipo de otite, porém os sinais mais recorrentes são:

  • Redução no sentido da audição;

  • Dor forte no local;

  • Vermelhidão no canal auditivo.

Nos casos mais extremos, a pessoa pode sentir, ainda, febre e falta de equilíbrio. Já quando as otites afetam as crianças, é comum que elas fiquem mais irritadas, inquietas e comecem a chorar e coçar a orelha e o ouvido. 4 dicas para cuidar do ouvido Para evitar as otites, é possível adotar alguns cuidados preventivos com o ouvido. Confira algumas dicas:

  1. Seque bem a orelha após o banho, seja de piscina, mar ou mesmo de chuveiro;

  2. Evite colocar álcool no ouvido para evaporar a água, pois pode irritar a região;

  3. Ao sentir a presença de água no ouvido, deite a cabeça para o lado e encoste em uma toalha para que ela saia;

  4. Evite introduzir hastes flexíveis ou qualquer outro tipo objeto dentro do canal auditivo;

Evite, ainda, utilizar qualquer produto caseiro sem a devida orientação médica. Assim, caso você sinta qualquer desconforto no ouvido, procure imediatamente um otorrinolaringologista. Esse artigo foi útil para você? Compartilhe com os seus amigos e ajude-os a cuidarem da saúde nesse verão!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo