• CDO

Amigdalectomia (remoção das amígdalas)

Atualizado: 28 de jun.

A amigdalectomia é o procedimento realizado para a remoção das amígdalas. Pode ser realizada como procedimento isolado, ou combinada a outros procedimentos como a retirada da adenoide (adenoidectomia), a cauterização de cornetos ou a colocação de tubos de ventilação.

Principais indicações para realização de cirurgia: As principais situações em que está indicada a realização da amigdalectomia são: Roncos com a presença de apneia que sejam causados por amígdalas aumentadas. Amigdalites de repetição – infecções recorrentes das amígdalas, que não melhoraram com tratamento clínico convencional.

Local de realização: A amigdalectomia é realizada em centro cirúrgico.

Como é realizada: A cirurgia é realizada através da cavidade oral, sem a necessidade de cortes ou incisões externas. Através do espaço da boca e da garganta, o cirurgião realiza a dissecção e remoção das amígdalas. Basicamente há dois métodos:

  • uso de instrumentos tradicionais (“a frio”)

  • uso da radiofrequência (coblation).

Amigdalectomia – Tradicional (“a frio”): [vídeo //youtu.be/aAGqsqcKiNs ] Amigdalectomia – Radiofrequência (Coblation): [vídeo //youtu.be/NbrJMXQqWdM ]

Perguntas frequentes:

A partir de qual idade pode ser realizada a cirurgia? Não existe uma idade mínima para a realização da cirurgia. Entretanto, a maioria das crianças são operadas a partir dos dois anos de idade.



Anestesia Geral (sob os cuidados de médico anestesiologista).

Pós procedimento

  • Dieta líquida e pastosa, em temperatura fria, por alguns dias.

  • Repouso relativo (afastamento das atividades escolares, especialmente atividade física) por cerca de 1 semana.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo